Cadastre-se
vida completa é
amar sem fronteiras

A próstata é uma glândula localizada abaixo da bexiga e que envolve a uretra, canal que liga a bexiga ao orifício externo do pênis. Sua função é produzir um líquido que compõe parte do sêmen, que nutre e protege os espermatozoides.

Referências:

[1] https://www.inca.gov.br/tipos-de-cancer/cancer-de-prostata


BR-7303 - Expiration Date: 25/11/2021

o que é

O câncer de próstata é o segundo com maior incidência entre os homens, perdendo apenas para o câncer de pele. Embora seja uma doença comum, alguns homens ainda não gostam de conversar sobre o assunto, o que dificulta na prevenção e no diagnóstico precoce da doença.

Um fator que dificulta o diagnóstico do câncer de próstata é o preconceito de alguns homens em realizar o exame de toque, que determina alguma alteração causada pelo tumor.

tratamento

O diagnóstico conclusivo é feito por meio de uma biópsia, que é indicada após a realização de um exame de sangue que avalia a dosagem de PSA (antígeno prostático específico) ou toque renal, um exame indolor que dura cerca de 15 segundos, em que, com o dedo protegido por uma luva lubrificada, o médico consegue tocar a próstata e verificar a existência de nódulos ou tecidos endurecidos que podem ser indicadores da doença em estágios iniciais.

Há várias opções de tratamento do câncer de próstata localizado (quando o tumor só atingiu a próstata e não se espalhou para outros órgãos). Elas vão desde um acompanhamento regular do paciente por meio de consultas e exames, radioterapia a até mesmo cirurgia.

Para doença localmente avançada, radioterapia ou cirurgia em combinação com tratamento hormonal têm sido utilizados. Para pacientes com dor acentuada em algum osso, a radioterapia no local é indicada, pois ajuda a minimizá-la.

Para doença metastática (quando o tumor já se espalhou para outras partes do corpo), o tratamento mais indicado é a terapia hormonal, que tem como objetivo diminuir os níveis de testosterona, hormônio que serve como alimento para o tumor.

Em alguns casos, quando a escolha recai sobre a radioterapia, pode ser necessária a administração de medicamentos hormonais, a fim de aumentar sua eficácia. Dependendo do perfil da doença e do paciente, pode ser administrado mais de uma modalidade de tratamento.

reações

O tratamento do câncer de próstata poder ser administrado com cirurgia ou radioterapia, ambos os métodos causam efeitos colaterais nos pacientes. Os efeitos mais comuns são: incontinência urinária e perda da função sexual, como disfunção erétil e infertilidade.

Os efeitos colaterais do câncer de próstata podem demorar cerca de um ano e meio para desaparecerem. Os pacientes podem recorrer a medicamentos ou tratamentos alternativos. Em casos mais graves, por exemplo, quando o paciente não consegue mais ter ereção natural, o médico pode sugerir um implante peniano.

cuide-se

A forma mais efetiva de prevenção é o acompanhamento médico periódico, para a realização dos exames. Alguns homens precisam redobrar os cuidados se estiverem dentro do grupo de risco, isto é, se apresentarem um ou mais dos fatores que aumentam o risco do câncer de próstata.

  • Idade: no Brasil, a cada dez homens diagnosticados com câncer de próstata, nove têm mais de 55 anos;
  • Histórico na família: homens cujo pai, avô ou irmão tiveram câncer de próstata antes dos 60 anos;
  • Obesidade: estudos mostram maior risco de câncer de próstata em homens com peso corporal elevado;
  • Grupo étnico: homens negros apresentam um risco maior de desenvolver a doença e ter tumores mais agressivos.
voltar

Desmistificando o exame de PSA e o toque retal

terça-feira, 23 de outubro de 2018

Desmistificando o exame de PSA e o toque retal

Sabe aquele ditado popular: "É melhor prevenir do que remediar"? Então, é justamente isso que iremos conversar com você nesse texto. Você sabia que o diagnóstico precoce do câncer de próstata pode aumentar as chances de cura desse câncer em mais de 95% (1)? Boa leitura!

Como posso fazer a detecção precoce do câncer de próstata?

O PSA (exame de sangue) é o principal teste para a detecção precoce do câncer de próstata. Seu médico também pode indicar o exame de toque retal para checar se existe alguma anormalidade na sua próstata.

Com qual idade devo iniciar?

A maioria dos homens deve discutir a realização do PSA a partir dos 50 anos. Se você tem parentes próximos (ex. pai, irmãos) que tiveram câncer de próstata ou se é da raça negra seu risco para a doença pode ser maior que o da maioria dos homens. Nesse caso converse com seu médico se você deve iniciar os exames entre 40-45 anos.

Porque os médicos indicam esses exames? Quais os benefícios?

Os médicos oferecem esses exames com o objetivo de diagnosticar o câncer de próstata o mais precoce possível (antes que ele cresça e se espalhe). O rastreamento pode reduzir cerca de 21% o risco de morte pela doença segundo um importante estudo (2).

Existem riscos em fazer o rastreamento?

Podemos dizer que praticamente não existem riscos importantes de tirar sangue (exame de PSA) e de realizar o toque retal. Porém, como nenhum exame é perfeito, há 2 problemas que podem acontecer com os homens que escolhem fazer o rastreamento do câncer de próstata:

  1. Exame de PSA pode ser falso positivo. O que seria isso? Em alguns casos, os exames podem indicar uma suspeita de câncer. Nessas situações o paciente normalmente deve fazer outros exames para confirmar ou excluir o câncer. Ao final dessa investigação, chega-se a conclusão que o homem não tem câncer de próstata, sendo então considerado que o rastreamento foi falso positivo.
  2. O câncer de próstata pode ter um crescimento muito lento. É isso mesmo! Muitos casos de câncer de próstata podem ter um evolução tão lenta, que o homem pode vir a morrer de outras doenças (sem saber que tinha câncer de próstata). O problema é que quando o médico faz o diagnóstico de câncer de próstata, ele não tem como saber com exatidão se o câncer que o paciente tem poderá vir a crescer e causar problema nesse homem (até levando a morte) ou se esse câncer nunca causaria nenhuma ameaça a esse paciente. E qual seria o problema disso? Muitas vezes o homem acaba sendo tratado com cirurgia ou radioterapia e fica exposto aos efeitos colaterais desses tratamentos.

Mas afinal, devo ou não fazer o rastreamento do câncer de próstata?

A Sociedade Brasileira de Urologia recomenda de que os homens devem procurar um professional especializado para avaliação individualizada a partir dos 50 anos. Aqueles homens com parentes de primeiro grau ou da raça negra devem começar aos 45 anos (3).

Links Uteis

Links Uteis

  1. Xiao WJ, Zhu Y, Dai B, Ye DW. Evaluation of clinical staging of the American Joint Committee on Cancer (eighth edition) for prostate cancer. World journal of urology. 2018;36(5):769-74.
  2. Schrader FH, Hugosson J, Roobol MJ, Tammela TL, Zappa M, Nelen V, et al. Screening and prostate cancer mortality: results of the European Randomised Study of Screening for Prostate Cancer (ERSPC) at 13 years of follow-up. Lancet (Landon, England). 2014;384(9959):2027-35.
  3. Nota Oficial 2017 — Sociedade Brasileira de Urologia. Rastreamento do Câncer de Próstata. Acessado em 27/08/2018. http://portaldaurologia.org.br/novembro-azul-2017/nota¬oficial-2017-rastreamento-do-cancer-de-prostata/


você poderá gostar